Matéria > Desenvolvimento Social

Bloqueio do benefício do Bolsa Família; entenda as razões

Em Santana do Piauí, famílias deixaram de receber o benefício por acúmulo de renda financeira.
Paula Monise - 23/02/2018
152 Visualizações
ef52c25899c0dd07edc898150ac2.png Reprodução

O Ministério do Desenvolvimento Social, MDS, regularmente tem notificado o município de Santana do Piauí acerca da exclusão de beneficiários junto ao programa federal Bolsa Família. O bloqueio do benefício é resultado do acúmulo de renda financeira.

Em dezembro de 2017, 13,8 milhões de famílias brasileiras eram beneficiadas com recursos do Bolsa Família. O número pode ser considerado elevado, mas o que também chama a atenção é a quantidade massiva de exclusões. Em março de 2017, o número de beneficiários era de 2,4 bilhões de famílias.

Mas como chegar ao bloqueio do benefício? Nos dias atuais, com o cruzamento de informações, o MDS é habilitado a ter acesso a renda dos beneficiários, ainda que esta seja omitida no Cadastro Único. O cruzamento de dados ocorre com vários órgãos, entre eles Instituto Nacional do Seguro Social, INSS, (recebimento de auxílio-doença), Ministério do Trabalho (emprego com carteira assinada), Detran (aquisição de veículo).

A Operadora do Cadastro Único da Assistência Social, em Santana do Piauí, Lívia Maria de Carvalho Luz, explicou situações comuns em que o bloqueio pode ocorrer.

“Temos recebido constantes listas de corte do MDS, principalmente motivado pelo aumento da renda da família. Começou a trabalhar de carteira assinada, o MDS já identifica, se foi dada entrada em auxílio doença o INSS notifica o Ministério que a pessoa está recebendo o auxílio. Nestes casos acumula-se renda e o benefício é automaticamente bloqueado”, explicou Lívia Luz.

A operadora acrescentou que em casos quando o beneficiário perde o emprego e/ou o tempo do recebimento do auxílio-doença termina, é possível que o mesmo volte a receber novamente o Bolsa Família.

“Ele vem ao setor do Bolsa Família da Secretaria de Assistência Social e informa que a renda atual para poder voltar a receber o benefício”, frisou.

Novos cadastros

Mesmo diante das exclusões, novos cadastros continuam sendo efetuados com regularidade na Secretaria de Assistência Social de Santana do Piauí. As famílias santanenses de baixa renda, que se enquadram dentro dos critérios, devem se dirigir à sede da pasta, na Travessa São Mateus, centro da cidade, portando todos os documentos pessoais dos entes.