Matéria > Educação

Educação de Santana inicia projeto piloto com turma de Maternal 1

A turma que tem como público-alvo crianças de 2 anos é a primeira ofertada na história da educação municipal.
Paula Monise - 12/02/2019
59 Visualizações
f48f251c6b3c161b51786fca960b.jpg Turma piloto com crianças de dois anos
ASCOM

A Prefeitura de Santana do Piauí através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura iniciou 2019 com um novo projeto educacional: a oferta de turma para crianças com dois anos. Funcionando na Creche Tia Lourdes Dias (sede), a turma de Maternal 1 conta com 13 alunos e acompanhamento de duas educadoras.

A turma de Maternal 1 é um projeto da gestão “Uma Cidade Melhor para Todos”, que tem a frente a prefeita Maria José de Sousa Moura. A ação piloto tem por objetivo a inserção das crianças na escola ainda nos primeiros anos de vida aprimorando o desenvolvimento motor, físico e intelectual.

A mãe de um dos alunos da turma de Maternal 1, Rosângela Maria Leal dos Santos, ressaltou os avanços que o filho vem apresentando em pouco menos de uma semana de aula.

“Meu filho aqui [turma de maternal] já tá bem adaptado. Nos primeiros dias ele chorou, mas é normal, até a gente que é mãe também sente. Mas eu saio daqui com a consciência tranquila de que meu filho está sendo bem cuidado, os profissionais daqui são bem preparados. Eu já tenho observado muita mudança no meu filho, se alimenta sozinho, tá mais independente e isso já é muito bom”, afirmou Rosângela Santos.

A diretora da Escolinha Tia Lourdes Dias, Francirene Carvalho, destacou que o projeto da turma segue em fase de adaptação e que nos primeiros dias o resultado já é positivo.

“Sabemos da dificuldade de crianças ingressarem na escola aos dois anos, elas são muito apegadas aos pais. Mas o comportamento para a primeira semana tem surpreendido, algumas crianças já se despedem dos pais, outras ainda choram, mas é normal. A escola é um ambiente diferente para os pequenos e necessita de adaptação”, pontuou a diretora.

Diante de bons resultados, a turma de Maternal 1 poderá ser mantida no ensino municipal e expandida para  escolas localizadas nas comunidades rurais onde houver demanda.