Matéria > Saúde

Saúde de Santana do PI promove ações do Outubro Rosa na zona rural do município

O movimento Outubro Rosa teve início nos Estados Unidos em 1990 com o objetivo de sensibilizar a população americana para o problema do câncer de mama. A campanha chegou ao Brasil em 2002.
Paula Monise - 30/10/2019
51 Visualizações
304973217dea749a272226058772.jpg Ação Outubro Rosa
João Rodrigues

Por João Rodrigues

Com o tema: Cancer de Mama: Cuidar da Sua Saúde é um Gesto de Amor à Vida, a prefeitura de Santana do Piauí, através da secretaria de saúde, Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e Programa Saúde da Família, realizou durante esse mês, as ações do Outubro Rosa, campanha de conscientização e prevenção ao câncer de mama e de colo de útero, no município.  As ações tiveram início no último dia (02), no poliesportivo Chiquinho Borges, zona urbana, finalizando na tarde desta Terça-Feira (29), na quadra poliesportiva da comunidade Barro.

Durante as ações na comunidade Barro, foram realizadas palestras sobre a importância da prevenção do câncer de mama e de colo do útero, testemunho de quem está vencendo a doença, marcação de mamografia para quem ainda não fez o exame em 2019, dinâmica e coquetel.

Estiveram presentes a prefeita Maria José (Progressistas), secretário de Saúde, Francisco Carvalho (Francisquinho), coordenadora da Estratégia Saúde da Família, enfermeira Helvira Marques, médica do ESF, Dra Luma Araújo, técnicas em enfermagem, agentes comunitários de saúde e mulheres de todas as idades do interior santanense.

O movimento Outubro Rosa teve início nos Estados Unidos em 1990 com o objetivo de sensibilizar a população americana para o problema do câncer de mama. A campanha chegou ao Brasil em 2002.

Enfermeira Helvira Marques

Em palestra ao público feminino, a enfermeira Helvira Marques, destacou a importância da prevenção do câncer de mama e do diagnóstico precoce. Lembrou às mulheres presentes da necessidade do auto exame e a determinação do ministério da saúde, da mulher, a partir dos 40 anos, fazer anualmente o exame de mamografia, ou em caso de histórico da enfermidade na família, realizar o exame a partir dos 35 anos.

“Hábitos simples e diários podem evitar o surgimento do câncer de mama e do colo do útero: Fazer caminhada, evitar o stress, ingerir alimentação saudável e evitar álcool e fumo”, destacou a coordenadora.

A enfermeira também incentivou as presentes a fazerem o auto exame como forma de diagnosticar o câncer de forma precoce.

Professora Luzia de Duda

A paciente Luzia Rosa, mais conhecida como Luzia de Duda, residente na comunidade rural de Cancão, disse está vencendo o câncer de mama devido a ter descoberto a enfermidade em estado não avançado.

“Há três anos estou lutando contra o câncer de mama e já me sinto uma vitoriosa. Conclamo a todas as mulheres a se auto examinar para prevenir o câncer. O câncer não é bicho de sete cabeças, só precisa ter fé em Deus, já sou uma vencedora”, comemorou Luzia.

Dra. Luma Araújo

Dra. Luma, também destacou a importância do auto exame para detectar o câncer de mama de forma precoce, no entanto a médica alertou que as mulheres acima dos 40 anos não podem deixar de realizar a mamografia.

“Não tenham medo de se tocarem, o auto exame é uma forma da mulher se conhecer, conhecer suas mamas”, disse a profissional.

Dra. Luma ainda chamou atenção para a prevenção do câncer de colo de útero, segundo ela, a enfermidade, transmissível pela relação sexual desprotegida, é causada por um vírus (HPV-Papilomavírus Humano), e pode ser prevenido com vacina.