Matéria > ASCOM

Audiência sobre segurança pública é realizada em Santana do Piauí

População e gestores municipais cobraram reforço da segurança no município.
Paula Monise - 14/11/2019
129 Visualizações
52c1c8f06b9679b9db134701f309.jpg Audiência pública

Em prol de uma cidade mais segura, gestores municipais e a população de Santana do Piauí estiveram reunidos na noite desta quarta-feira (13) em audiência pública para discutir e reivindicar reforço na segurança pública local. O evento democrático e de participação popular ocorreu na Câmara Municipal.

Participaram da audiência a prefeita de Santana do Piauí, Maria José de Sousa Moura, o comandante do Grupamento de Polícia Militar, tenente Gomes, representando o 4° Batalhão de Polícia Militar de Picos, o capitão Elias e o Major Mário, vereadores, secretários municipais, assessores jurídicos, contábeis e a comunidade santanense.

O evento público foi promovido em razão do aumento no número de crimes ocorridos em 2019, onde até o momento da redação desta matéria totalizam 16 roubos, 08 furtos, 09 casos de violência doméstica, entre outras ocorrências. A criminalidade vem assustando os moradores.

A audiência pública foi aberta pela vereadora Clarete Rabêlo (MDB), parlamentar proponente do evento, que destacou a necessidade de mais segurança no município.

“Nos últimos meses muitos foram os crimes que assustaram os santanenses. Diante disso, encaminhei o projeto ao Legislativo para realização da audiência, pois precisamos nos unir, população e gestores para que a violência possa ser coibida. Esse espaço é para cobrar, reivindicar, e transformar essa realidade que tanto tem nos assustado”, disse a vereadora.

Vereadora Clarete Rabêlo

A prefeita de Santana do Piauí, Maria José de Sousa Moura, enfatizou que para superar a criminalidade é preciso cooperação de todos.

“Sabemos que a segurança pública é dever de todos, direito e responsabilidade de todos, já diz a Constituição Federal. Para superar a violência, é preciso a colaboração de todos, pois a Polícia que enfrenta a falta de estrutura e policiais não consegue combater sozinha, precisamos informar. Se percebermos alguma movimentação de pessoas estranhas, já comuniquemos a Polícia, é com informação que podemos evitar muitos crimes”, afirmou a gestora.

Prefeita Maria José

Maria José ainda pontuou que um projeto de monitoramento urbano, com a instalação de câmeras de segurança em pontos estratégicos da cidade está sendo elaborado e analisado. Esta é mais uma iniciativa futura para coibir a violência.

Violência

Participando do debate e representando a Polícia Militar do Piauí, o tenente Gomes, capitão Elias e Major Mário, em suas falas reforçaram a importância da população também colaborar com informações.

O comandante do GPM de Santana do Piauí, tenente Gomes, apresentou o mapa da violência em 2019. Segundo ele, as estatísticas foram superiores ao ano passado, uma situação que vem se repetindo em vários municípios brasileiros.

“Mesmo com as dificuldades, falta de estrutura, de viaturas, temos feito nosso trabalho. A violência aumentou! Em 2018 foram 8 roubos e neste ano já são 16, mas esse é o quadro que todos os municípios vem passando. Diante disso, temos reforçado o policiamento ostensivo com barreiras, rondas. É uma pena que não conseguimos quantificar os crimes que a Polícia evitou com o seu trabalho. Os santanenses podem confiar na gente que o nosso trabalho continuaremos fazendo de forma incansável”, ressaltou o comandante.

Tenente Gomes

O tenente Elias garantiu que o 4° Batalhão de Picos vai dar assistência ao município com rondas e também anunciou a possível implantação do WhatsApp Cidadão, onde a população estará em contato direto com a Polícia para envio de informações.

“Estou aqui representando o comandante Viana, que por motivos de compromisso não pode se fazer presente na audiência. Sabemos da situação que o município vem passando e estamos aqui para esclarecer que a Polícia está junto com vocês, mas também precisamos da colaboração de todos. Nos informem, a informação é sigilosa, não podemos é ficar calados e com medo. O GPM de Santana não está só, vamos fazer o nosso trabalho e dar toda assistência. Já prendemos pessoas que estavam agindo por aqui e vamos continuar no calço deles”, garantiu o tenente Elias.

Tenente Elias

O major Mário ainda frisou o empenho da prefeita Maria José na busca por mais segurança no município.

“Sabemos do compromisso da prefeita Maria José, do quanto ela visita inúmeras vezes o Batalhão e cobra ações da Polícia. Uma atitude de gestores que se preocupam com os seus munícipes. Estamos aqui para também somar forças e assegurar que vamos trabalhar pela segurança do povo santanense”, frisou o major.

Major Mário