Matéria > Desenvolvimento Social

Prefeitura de Santana realiza cadastramento no programa Cartão Reforma

Programa destina recursos para famílias de baixa renda que necessitam realizar reformas nas residências.
Paula Monise - 23/03/2018
137 Visualizações
d46253b7b515a24d764001da418f.jpg Cartão Reforma
Reprodução

O município de Santana do Piauí está em processo de adesão ao programa social Cartão Reforma. Na manhã desta sexta-feira (23) a prefeita, Maria José de Sousa Moura (Progressistas) acompanhada da secretária de Assistência Social, Tarciana Bernardes, e da secretária de Educação, Maria Inês Rocha, participaram de uma reunião promovida pelo Associação Piauiense de Municípios (APPM) e INDES, em Teresina, para orientação sobre funcionamento do Cartão Reforma.

Reunião contou com a palestra da representante da Caixa Econômica Federal, Carolina Castelo Branco.

De iniciativa do governo federal, o Cartão Reforma destinará em média R$ 5 mil para famílias de baixa renda que residem na zona urbana e necessitam realizar reformas nos imóveis. O auxílio em dinheiro será debitado em forma de crédito através de um cartão físico para compra de materiais de construção em estabelecimentos cadastrados, para que sejam feitas reformas, ampliações, solução de problemas ou término de obras no imóvel próprio.

Comissão santanense que participa da reunião

Para a prefeita de Santana do Piauí, Maria José de Sousa Moura (Progressistas), o programa vem dar um salto positivo na qualidade de vida do povo santanense através das melhorias na estrutura física das moradias.

“Esse programa chega para melhorar a qualidade de vida do nosso povo, pois muitas pessoas necessitam reformar seus imóveis e não possuem condições financeiras para realizar tal iniciativa. Estamos participando dessa orientação em Teresina e logo toda a população será informada”, afirmou a prefeita.

A previsão é que os primeiros cartões sejam destinados ainda em  2018. O novo programa deverá utilizar do tesouro nacional R$ 500 mil para funcionamento do mesmo.

Em se tratando da realidade do município santanense a demontração de interesse do município foi apresentada e atualmente se encontra na fase de cadastramento. O município possui limite financeiro estipulado pelo Cartão Reforma e aguarda aprovação da adesão do Ministério do Desenvolvimento Social.

Quem pode participar                                        

O cartão reforma atenderá famílias com renda de até três salário mínimos atuais (equivalente a R$2,8 mil) que necessitem de reforma em suas casas. O programa alerta que não será permitido o uso do crédito para cobrir valores de mão de obra e também não serão aceitas residências em locais de risco ou “alugadas”, somente residências próprias estarão aptas no programa.